Presidente do Santos quer Abel “pra ontem”
28 de novembro de 2018
Carille aguarda rescisão para voltar ao Corinthians
28 de novembro de 2018

São Paulo Sub-20 bate Palmeiras em pleno Allianz

Gazeta Press/Portal de Esporte ESPN

 

O São Paulo conquistou nesta terça-feira a Supercopa do Brasil Sub-20. Enfrentando o Palmeiras no Allianz Parque, o Tricolor foi derrotado por 2 a 1 no tempo regulamentar, com um jogador a menos por mais da metade do confronto, mas acabou faturando o título nos pênaltis, por 5 a 4, já que havia vencido o jogo de ida no Morumbi por 4 a 3.

Com o resultado, o São Paulo acabou conquistando também a vaga para a Copa Libertadores Sub-20, da qual se sagrou campeão em 2016 com André Jardine à beira do campo, hoje treinador do time profissional.

O São Paulo não demorou muito para dar seu cartão de visitas. Logo aos oito minutos, Toró acionou Antony pela direita, que levou para a linha de fundo e cruzou na medida para Fabinho completar para o gol e estufar as redes, aproximando ainda mais o Tricolor do título da Supercopa do Brasil sub-20.

O Palmeiras, por sua vez, voltou a exibir em campo o espírito guerreiro que mostrou no segundo tempo da partida de ida e não se abalou com o gol precoce do rival. Aos 17 minutos, depois de cobrança de escanteio, Vitão subiu mais alto que a defesa são-paulina e cabeceou certeiro, sem chances para o goleiro Júnior.

Embalados com o empate, os palmeirenses foram para cima do São Paulo no restante do primeiro tempo e só não viraram por sorte do Tricolor. Primeiro, aos 24, Papagaio pegou de primeira após Airton ajeitar a bola e mandou rente à trave esquerda de Júnior. Depois, aos 28, Esteves fez jogada individual pela esquerda e decidiu experimentar, forçando boa defesa do goleiro adversário, que ainda viu a bola bater no travessão antes de sair pela linha de fundo.

Como se não bastasse, o São Paulo ainda teve um jogador expulso aos 35 minutos. Diego, que havia acabado de receber cartão amarelo, fez falta em Papagaio e acabou expulso, comprometendo o jogo dos visitantes, que tiveram de mudar completamente a estratégia.

No segundo tempo, apesar da inferioridade numérica, o São Paulo bem que tentou ameaçar de alguma maneira, mas o Palmeiras claramente teve mais condições de se jogar para o ataque de forma mais organizada. Tentando fazer o tempo passar, os visitantes adotaram uma postura mais cadenciosa, trocando passes, menos agudos. Desta maneira, foi o Verdão que, por pouco, não chegou ao segundo gol. Aos 12 minutos, Yan recebeu cruzamento da direita e subiu livre para cabecear, mas o goleiro Júnior estava ligado para fazer a defesa, sem dar rebote.

Já na reta final de partida, mais precisamente aos 39 minutos, Papagaio tratou de chamar a responsabilidade e jogar um balde de água fria na torcida são-paulina, levando a partida para os pênaltis. O atacante do Verdão aproveitou a ajeitada na entrada da área para pegar de primeira, com a perna esquerda, e estufar as redes, sem chances para o goleiro Júnior, que teve de amargar um verdadeiro golaço do rival.

Pênaltis – Na marca da cal, melhor para o São Paulo, que teve um excelente aproveitamento, convertendo todas as cobranças, enquanto o Palmeiras desperdiçou o segundo bate com Wesley, que finalizou muito mal, vendo a bola sair mascada diretamente para as mãos do goleiro Júnior.

 

São Paulo Sub-20 campeão da Super Copa do Brasil (Foto: Gazeta Press)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *