Fefecê venceu 6 vezes na temporada pelo placar que precisa contra o Marília: 5 no Ninho da Águia!
12 de outubro de 2019
Restam apenas 500 ingressos do Futebol Sustentável: corram torcedores, vai acabar hoje !!!
17 de outubro de 2019

Júnior Paulista dá seu recado: “Torcedor, torcedora, venham pro jogo. Daremos nossa vida pelo Fefecê”

Júnior Paulista está marcado na história recente do Fernandópolis Futebol Clube: domingo tem mais uma pedreira pela frente

ESSE ANO VAI DAR, ÁGUIA NA CABEÇA ESSE ANO VAI DAR !!!

 

Você conhece o Fladimir? E se acrescentar seus sobrenomes, Rufino Piazzi? Agora sim? Completando o nome, com o Júnior, ao final, fica mais fácil? Matou? Agora sabe quem é Fladimir Rufino Piazzi Junior?

Técnico do Fefecê, Júnior Paulista

Ele é Júnior Guerreiro, como era mais conhecido quando atuava na lateral-esquerda de times como Ituano, Guaratinguetá, Grêmio Barueri, União São João, Linense. Sabe muito bem como é a tradicional rivalidade do “ComeFogo”, pois já vestiu a camisa tanto do Comercial quanto do Botafogo de Ribeirão Preto.

Teve passagens também pelo futebol de outros estados: como Pernambuco, onde atuou pelo Central de Caruaru; e Rio Grande do Sul, jogando pelo Caxias. Teve também uma curta passagem pelo futebol Mexicano!

Mas, o que mais importa é que Júnior Guerreiro, ou como atualmente é conhecido pela torcida fernandopolense e de toda a nossa região, Júnior Paulista, começou sua trajetória como jogador pelo Sub-20 do Fernandópolis Futebol Clube, em meados de 1995. Foi profissionalizado no Fefecê e depois partiu para consagrar sua carreira nos diversos times já citados.

Em 2013, em seu retorno ao Fefecê, decidiu encerrar a carreira de jogador. E foi no mesmo time onde deu seus primeiros passos como atleta que viraria técnico de futebol. Iniciou como auxiliar. Em 2015, estava ao lado de Betão Alcântara na campanha que marcou o acesso do Fêfa para a Séria A3. É isso amigos torcedores, amigas torcedoras, Júnior Paulista conhece o caminho

Este ano, como em nenhum outro ano de sua carreira, sofreu com salários atrasados, que continuam atrasados, probelma após outro, mas aquele Guerreiro, que carregou em seu nome como atleta profissional, se viu cercado por outros “guerreiros”. Jovens que, de pé, enfrentaram todas as dificuldades possíveis e imagináveis. Mas, como dizem, para se forjar um “Guerreiro”, de verdade, às vezes é preciso superar o que até parece mentira.

 

Adversidades? Inúmeras. Uma após a outra, foram, e continuam sendo, superadas. Reviravoltas consecutivas! Forjando “guerreiros”, nascem homens. Talvez seja esse o principal combustível de toda essa temporada 2019, que começou lá em abril, no dia 6 daquele mês, numa vitória por 2 x 0 sobre o José Bonifácio.

José Bonifácio 0 x 2 Fefecê – 06/abril/2019 (Fotos: João Leonel)

Placar lindo e maravilhoso para as pretensões do Fefecê no jogo do próximo domingo. Que venha o Marília.
Veja mais sobre esse jogo
Aqui!

 

 

Em rápido bate-papo com Júnior Paulista no “Ninho” nesta quarta-feira (16), Revoluir registra o recado do “professor” para o torcedor e a torcedora da Águia de Sangue Azul…

Venham para o jogo, torçam por nós no domingo. Não critiquem, não xinguem, não desmereçam, torçam por nós, porque nós daremos nossa vida pelo Fefecê

 

 

 

FAMÍLIA TEM PEDIGREE…

Esta foto mostra a formação do time do Fefecê nas décadas de 1970 e 1980. A imagem ganhou grande repercussão no grupo de WhatsApp da Torcida Organizada “Sangue Azul”, e logo viralizou pelas redes sociais. Nela aparece Derly, tio de Júnior Paulista.
A torcida já deu a letra: essa família tem pedigree!!! E dá-lhe Fêfa!!!

Em pé: Coca, Expedito, Osmar, Donda, Toninho Belico, Jaques, Tremendão, Maurinho, Gilmar e Erasmo Perocini.
Agachados: Derby, Brazinha, Tato “Pai Herói”, Canhoto, Pauleta, Danilo e Luiz Alberto Corsini.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *