André Pessuto e Artur Watson visitam o Ipanema
9 de outubro de 2020
Dia de Sorte: aposta de Fernandópolis fatura R$ 433 mil na Loteria
15 de outubro de 2020

Henri Dias se coloca como opção para “Fernandópolis ser feliz de novo”

Henri Dias, candidato a prefeito de Fernandópolis

Candidato a prefeito, Henri Dias afirma: “Não dá mais para ficar de braços cruzados. A única forma de mudança é pela política. Dá para fazer diferente, a população de Fernandópolis merece muito mais”
O advogado Henri Dias, 53 anos, concorre pela primeira vez ao cargo de prefeito de Fernandópolis, tendo como vice o médico Avenor Bim. A proposta dos dois é fazer a cidade ser feliz de novo, recuperando a sua autoestima e capacidade de investimento, principalmente após a pandemia de Covid-19, que resultou no fechamento de várias empresas e postos de trabalho.
“Não dá mais para ficar de braços cruzados. A única forma de mudança é pela política. Precisamos acreditar que dá para fazer diferente, é possível escolher pessoas que tenham condições de tirar a cidade do marasmo”, afirmou.
Morador no município desde os dez anos de idade, Henri é um apaixonado por Fernandópolis. É casado com a jornalista Elisandréia Dias, e tem dois filhos, Antônio Henri e Vítor.
E é justamente pensando no futuro da nova geração fernandopolense que Henri Dias traz ideias inovadoras para criar novas oportunidades de emprego e renda aos mais jovens, com incentivos às empresas já instaladas no município e o estímulo à criação de novos negócios, apoiando a instalação de startups de tecnologia e inovação.
Antes de se mudar com a família para Fernandópolis, aos dez anos de idade, Henri viveu sua infância entre o sitio e a cidade, onde convivia com os pais, Antônio Dias e Cleide Carta, sua irmã Elen Dias, avós e tios. A convivência no sítio e atuação da família na agricultura lhe proporcionaram um profundo conhecimento das necessidades do homem do campo, por isso quer fortalecer o setor agrícola com projetos de valorização, sobretudo da agricultura familiar.
Com uma vida simples, passou por dificuldades que todos enfrentam para estudar e trabalhar, enfim, para viver. Mas nunca lhe faltou o incentivo para estudar. Sempre estudou em escola pública até ir para a Faculdade de Direito da Unirp, em São José do Rio Preto, pois Fernandópolis não oferecia o curso na época, entre 1985 e 1988.
Neste período, conciliava os estudos com o trabalho no comércio da família. Depois, trilhou a sua carreira como advogado, que o aproximou das necessidades do ser humano, passando a entender melhor a realidade delas. Foi presidente da subseção da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), onde realizava mutirões para ajudar os menos favorecidos a resolverem suas pendências, sem custos.
Ainda como advogado, adquiriu vasto conhecimento do funcionamento da máquina pública, por sua atuação, durante mais de 20 anos, em assessoria e consultoria para Prefeituras e Câmaras da região. Seu compromisso é acabar com o inchaço na folha salarial da Prefeitura de Fernandópolis, com a redução de cargos comissionados e secretarias.
Com a economia que chegará a cerca de R$ 10 milhões por ano, vai investir em projetos prioritários pelos quais a população de Fernandópolis tanto anseia, como as melhorias na educação, geração de empregos, saúde pública, esporte e lazer e iniciativas sociais. Na saúde contará com o trabalho e apoio do vice Avenor Bim, médico experiente e profundo conhecedor da área.
Outro diferencial de Henri Dias é a sua atuação no terceiro setor, que sofre com dificuldades em custear os projetos voltados à população em situação de vulnerabilidade. Como tesoureiro da AVCC (Associação dos Voluntários no Combate ao Câncer), ao sair deixou mais de R$ 100 mil em caixa. O projeto Sonhadores é outro exemplo de boa gestão que contou com a participação efetiva de Henri Dias na estruturação. Foi gestor ou advogado voluntário, captou investimentos para o custeio dos atendimentos e conseguiu mudar a realidade delas, que antes estavam praticamente sem recursos, o que reforça o seu histórico de bom uso do dinheiro público.
Henri Dias entrou na política em 2000, pelas mãos do então prefeito de Fernandópolis Newton Camargo. Em 2016 foi candidato a vice-prefeito na chapa da ex-prefeita Ana Bim, esposa do médico Avenor Bim, que agora é o seu vice-prefeito. A experiência resultou em mais aprendizado e um contato muito próximo com as dificuldades que a população enfrenta para morar, estudar e receber assistência médica.
Pela situação em que Fernandópolis se encontra, com um endividamento absurdo e poucos projetos que atendam às prioridades dos munícipes, Henri Dias coloca o seu nome à disposição da população para que a cidade volte a crescer.
“Fernandópolis nunca esteve tão cabisbaixa e tristonha como hoje. É preciso elevar a autoestima da cidade para que a população volte a sorrir, progredir, gerar renda através novos empregos, valorizare capacitar a nossa mão de obra local, cuidar da nossa Saúde com mais amor e respeito e olhar a educação como instrumento de transformação social”, define o advogado, ao justificar a sua decisão de ser candidato a prefeito de Fernandópolis pela Coligação “Fernandópolis Feliz de Novo”.

Henri Dias e Avenor Bim: “Dias Melhores Virão”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *